Conheça 5 indicações da mesoterapia

A mesoterapia é a aplicação de medicamentos e outros ativos (como as enzimas) em camadas mais profundas da pele. Para isso, são usadas agulhas de diferentes dimensões. Os locais de aplicação, as substâncias ou combinações de substâncias aplicadas vão depender da sua queixa e são sempre determinados pelo dermatologista. Vamos conhecer as principais indicações da mesoterapia.

5 indicações da mesoterapia

1. Gordura localizada: nesse caso, são injetados ativos capazes de quebrar as células de gordura. O conteúdo dessas células é liberado para a corrente sanguínea e o próprio corpo faz a eliminação. Existem, ainda, os ativos que incentivam o metabolismo celular e, assim, melhoram a circulação local. Isso facilita a eliminação da gordura por meio da drenagem linfática.

2. Celulite: como esse é um problema que se instala porque o tecido adiposo (a gordura localizada) está inflamado, os ativos utilizados, em geral, cuidam para tratar a inflamação local. Aqui, também é uma opção aplicar os medicamentos que ativam a circulação sanguínea e incentivam a eliminação das células de gordura por meio da drenagem linfática.

3. Flacidez: aqui, tanto o corpo quanto o rosto são beneficiados pela mesoterapia. Os ativos injetados estimulam a formação de novas fibras de colágeno no local, ajudando a dar mais sustentação para a pele. Os medicamentos que ativam a circulação também atuam no combate à flacidez ao mesmo tempo em que ajudam a deixar a pele mais firme e lisinha.

4. Estrias: a mesoterapia ajuda a eliminar tanto as estrias brancas (que são mais antigas e, portanto, mais resistentes) quanto as estrias vermelhas (que são as mais novinhas). Nesse caso, os medicamentos injetados estimulam a produção de colágeno e de outras fibras naturais. Essas substâncias entram em ação para preencher os espaços criados pelas estrias, acabando com as marcas. Aqui, também se costuma aplicar os ativos que estimulam a circulação local porque eles ajudam a pele a regenerar as lesões.

5. Queda de cabelo: a mesoterapia também pode ser feita no couro cabeludo. Aqui, os ativos injetados estimulam os folículos de maneiras diferentes. Eles podem inibir os fatores que levam à queda, podem incentivar o crescimento de novos fios e ainda podem fortalecer os fios que já existem. O resultado pode ser tanto o controle da queda quanto o aumento dos fios, deixando os cabelos mais resistentes e radiantes.

De quantas sessões de mesoterapia eu preciso?

Isso vai depender muito do seu objetivo e da intensidade do problema que será tratado. Mas vale saber que as sessões de mesoterapia podem acontecer semanalmente ou a cada quinze dias. Entre uma e outra, pode ser recomendado a você associar outros procedimentos para potencializar os resultados.

No caso de gordura localizada e celulite, por exemplo, é interessante fazer drenagem linfática para incentivar o corpo a eliminar as células de gordura mais rápido. O procedimento também é interessante para reduzir algum possível inchaço que ocorra da própria mesoterapia.

Como esse é um procedimento não invasivo, o tempo de recuperação geralmente é curto e não exige grandes demandas, como uso de cintas ou bandagens. No entanto, é importante que você evite a exposição excessiva ao sol ou a temperaturas extremas. Isso porque a pele mais sensível pode apresentar roxinhos nos locais das aplicações e, com o calor, isso pode manchar.

A mesoterapia não pode ser feita por gestantes, lactantes, pessoas com alergia aos ativos injetados ou que tenham lesões de pele nos locais de aplicação. Em todo caso, é indispensável a consulta a um dermatologia para indicação e realização do procedimento. Fale com a nossa equipe!

Quer saber mais dicas e novidades em dermatologia? Tem aqui no blog!

Leave a reply