5 perguntas e respostas sobre psoríase

Psoríase é uma doença de pele crônica e relativamente comum, cujos sintomas desaparecem e reaparecem de tempos em tempos. A doença não é contagiosa e o contato com pessoas portadoras não precisa ser evitado – ao contrário do que muita gente pensa. Vamos esclarecer algumas questões sobre psoríase!

1. Qual é a causa da psoríase?

Ainda é desconhecida, mas pode estar relacionada ao sistema imunológico e às interações com o meio ambiente. Alguns fatores podem aumentar as chances de uma pessoa adquirir ou piorar a doença: histórico familiar, estresse, obesidade, tempo frio, consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo.

2. Quais são os sintomas?

Como existem diferentes tipos de psoríase, os sintomas podem variar. Em geral são: pele ressecada e rachada (às vezes, com sangramento); manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas; pequenas manchas brancas ou escuras que aparecem quando a pele sofre lesões; coceira, queimação e dor; unhas grossas, descoladas e com depressões; inchaço e rigidez nas articulações. Esses sintomas duram de algumas semanas a meses. Caso perceba qualquer um deles, procure o dermatologista imediatamente. Quanto antes é feito o diagnóstico, mais fácil é o tratamento.

3. Como é feito o tratamento da psoríase?

Nos casos leves, é indicado hidratar a pele, aplicar medicamentos tópicos na região das lesões e tomar sol nos horários e no tempo adequados e seguros. Nos casos moderados, quando apenas as medidas anteriores não melhorarem os sintomas, o tratamento com exposição à luz ultravioleta pode ser recomendado. Já em casos graves de psoríase, é necessário iniciar tratamentos com medicação via oral ou injetável. O acompanhamento constante do dermatologista é indispensável em qualquer caso.

4. É possível prevenir as crises?

Não, porque as causas da doença ainda não estão totalmente esclarecidas. No entanto, investir em uma alimentação balanceada, na prática de atividade física e em medidas que combatem o estresse podem fazer a diferença na rotina de quem sofre com a psoríase.

5. Quem tem psoríase pode fazer procedimentos estéticos?

Não existem contraindicações para procedimentos estéticos ou cirúrgicos. O que pode acontecer é o aparecimento de novas lesões nos locais do tratamento. O ideal é que a pessoa que tem psoríase sempre consulte um dermatologista antes de realizar qualquer procedimento, seja ele estético ou não.

Quer saber mais dicas e novidades em dermatologia? Tem aqui no blog!

Leave a reply